06 novembro 2005

Ajuste de contas

Então cá vai uma saudação especial a todos, mas a três pessoas em particular, por terem comemorado mais um aniversário.

João Custódio - 29 de Outubro - Apesar de te teres escondido durante uns tempos na bifolândia, nada muda. Tens conseguido os teus objectivos com algum sacrifício e muito trabalho, e isso tudo atesta bem a tua força de vontade. Vais conseguir ultrapassar mais este obstáculo quanto mais não sejo porque o mereceres.Já sei que estás quase a regressar e a ver se agora podemos conversar um pouco, porque da última vez que cá estiveste nem nos falámos.

Aldeia - 31 de Outubro - És um dos resistentes, daqueles que conheci no início da faculdade e de quem me tornei logo amigo. És um daqueles cromos muito dificéis de sair numa colecção. Eras quem nos fazia rir, o nosso bobo da corte. Como pessoa, é difícil encontrar alguém como tu, porque por trás desse palhaço está um ser humano espectacular. Não me esqueço que só houve um gajo a dar-me os parabens às 7 da manhã (já estava acordado), esse gajo foste tu, e foi da maneira que acordei logo bem disposto. Já não te vejo há uns anitos e está na hora do pessoal da capital organizar uma excursão à Covilhã, para ver se a aldeia que te baptizou realmente existe. Se existe, deves ser o Asterix lá da terra. Bem vindo ao clube dos 30 amigo.

Ana Filipa - 1 de Novembro - Gostei muito de estar contigo no fim de semana passado. Continuas a mesma miúda, gigante com cerca de 1,50 m, divertida, simpática. Isto é tentar descrever-te em poucas linhas, porque não tenho tempo de antena suficiente para falar de bons momentos que tenha passado a teu lado, e quando digo eu, digo toda a gente que connosco estava porque tens esse dom de pôr toda a gente bem disposta. Olha Ana aproveita bem é que os 30 é já a seguir, é que é já a seguir...